fbpx
Você está lendo

VOCÊ SABE O QUE É WABI-SABI?

0
Falando de Decoração, It Decor

VOCÊ SABE O QUE É WABI-SABI?

Você sabe o que é Wabi-Sabi - destaque

VOCÊ SABE O QUE É WABI-SABI?

O termo ainda é pouco conhecido para quem não é antenado com as reviravoltas do dinâmico universo da moda e do décor.

Queridinho do momento e com filosofias muito próximas ao estilo Boho e Escandinavo, o conceito tomou porte de “gente grande” e invadiu a casa e o vestuário de estrelas, fashionistas e influencers; porém esse estilo já é bem mais antigo…

O conceito nasceu no século XV no Japão, com ideais de cultuar o simples e imperfeito consubstanciados nos ditames do zen-budismo. Um tronco “envelhecido e desenhado” pelo tempo, as marcas de uso de uma colcha antiga, um “rasgo” singelo na poltrona de couro estonado… o que para os ocidentais sempre fora considerado como defeito a ser corrigido ou digno de descarte para os orientais é a aceitação da imperfeição, assimetria, irregularidade e modéstia como atributos de beleza!

Esse estilo caiu no gosto da população em um momento em que se discute amplamente a economia na utilização de recursos naturais e o consumo consciente. Nunca a reutilização de materiais fora tão valorizada como agora.

O Wabi-Sabi se apega no despojado confortável, em uma estética que valoriza o rústico, elementos naturais, cores monocromáticas em tons terrosos e imperfeições que são o “charme” da peça!

No décor que segue essa filosofia em sua forma pura, se prepare para ver muita madeira antiga e “carcomida” pelo tempo de uso, fibras naturais (sempre naturais!), pedras e revestimentos pouco ou nada polidos, velhos arranjos de flores desidratadas, tecidos reutilizados, cerâmicas mesmo que “lascadas”, e verde, muito verde…. Realmente, para o estilo Wabi-Sabi, o imperfeito é perfeito!

Fotos: Pinterest 

Você sabe o que é Wabi-Sabi (1)
Cerâmicas antigas dispostas em um aparador e uma cesta de cipó acomoda um pelego; comedido nas cores, o conceito esbanja no aconchego aos olhos

 

Você sabe o que é Wabi-Sabi (2)
Apesar da arquitetura seguir a linha mais contemporânea, o hall da casa ganhou uma produção no melhor estilo Wabi-Sabi, e ainda de “quebra” escondeu o aquecedor

 

Você sabe o que é Wabi-Sabi (4)
Nesta produção os tons ficaram restritos ao cinza; uma fotografia contribui mais ainda para “humanizar” o décor

 

Você sabe o que é Wabi-Sabi (5)
No Wabi-Sabi a filosofia é tirar partido da imperfeição, sem tentar escondê-la

 

Você sabe o que é Wabi-Sabi (7)
Dê nova utilidade para a velha escada de madeira, a sacola de palha que não leva mais à piscina e os caixotes de feira que se transformam em uma pequena estante

 

Você sabe o que é Wabi-Sabi (8)
Um cantinho gostoso da casa para relaxar! As paredes levemente descascadas e o janelão de ferro antigo que permite “lavar” o ambiente com luz natural

 

Você sabe o que é Wabi-Sabi (10)
O Wabi-Sabi se pauta, como geralmente implícito na filosofia oriental, no minimalismo e “silêncio” das formas

 

Você sabe o que é Wabi-Sabi (11)
Neste quarto de casal, destaque para o dossel da cama, feito simplesmente com galhos secos e tiras de tecidos antigos

 

Você sabe o que é Wabi-Sabi (12)
Dormentes antigos de madeira criaram a base do espelho e bancada da pia (produzida em pedra bruta); note que o estilo pode ser combinado com peças mais contemporâneas, sem perder o charme, como os metais deste banheiro

 

Você sabe o que é Wabi-Sabi (13)
A pintura da parede combinou perfeitamente com a estética do quarto, e como nesse estilo o “usado” tem seu valor, as malas de viagem se transformam em mesa de cabeceira

 

Você sabe o que é Wabi-Sabi (14)
Com criatividade, uma porta antiga, ricamente trabalhada, virou a cabeceira da cama; destaque ainda para o banco tão simples, mas perfeito, aos pés da cama

 

Você sabe o que é Wabi-Sabi (15)
O que dizer desta banheira, esculpida em pedra bruta e estrategicamente posicionada com vista ao lago

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Siga-nos